segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Obra Prima Malbec Reserva 2003 #cbe

Família Cassone elabora este Malbec, de comportados - no conjunto da obra - 14% vol álc. Fruto de vinhas velhas, com idade superior a 90 anos, e estágio em barricas francesas de primeiro uso por 12 meses.

Rubi, denso e sem nenhum reflexo evolutivo. Baunilha domina o ambiente ao desarrolhar, para se acalmar em seguida. Frutas negras, como a amora, surgem e se integram à madeira com muita elegância. Toques defumados, também, após algum tempo. Taninos firmes e presentes, indicam juventude e são acompanhados por muito frescor. Um intrigante caqui domina o palato! Final longo. 25+.
Curioso como, ao mesmo tempo, apresentou sinais de cansaço no nariz (apesar de não apresentar aromas evoluídos) e muito vigor no palato. Ainda assim, tinha uma estirpe - quase - européia. Foi acompanhado por um caseiro e gostoso sanduíche de fraldinha assada. Demonstrou, como de costume, aptidão para as carnes vermelhas.

Esta foi a minha escolha para comentar para a CBE, neste mês de Novembro, sob a indicação do enoblogueiro e confrade, Gustavo Kauffman, Enoleigos.

2 comentários:

Enoleigos disse...

Marcus,

Belíssima descrição a sua! Deu água na boca! hehe.

Mais um Malbec que eu ainda não tive o prazer de experimentar. A Confraria nos proporciona muito aprendizado.

Forte Abraço!
Gustavo Kauffman
http://www.enoleigos.com.br

Marcus disse...

Grande Gustavo,

A sua indicação foi uma maneira de eu provar os vinhos portenhos.

A elegância deste Obra Prima me surpreendeu. Eu precisei passá-lo por decanter, pois a rolha estava seca e quebradiça (quebrou!), e acho que isto acelerou o cansaço no nariz. Uma safra dois anos mais jovem deve estar no auge.

Forte abraço,
Marcus

Alguns outros posts interessantes...