segunda-feira, 25 de maio de 2009

Condado de Almara Reserva 2003

Espanhol, de Navarra, este tinto, 70% Tempranillo-30% Cabernet Sauvignon, é elaborado por Bodegas Macaya. Antes de ir ao mercado, passa por crianza de 14 meses em barricas americanas e um estágio de 12 meses engarrafado. 13,5% vol álc.

Rubi, denso. Em nariz, frutas maduras (nada de compota, que bom!), frutas secas, aromas doces, côco. Em boca, carnudo, encorpado. Tâninos bem assentados, porém presentes, acidez bem equilibrada, pede comida. Confirma frutas. Longo. Persistência 20+.

Escoltou paella marinera. Para o meu paladar, fez par muito bom... Eu gosto muito do encontro da tempranillo com o açafrão e para mim a harmonização funciona, ainda que o tinto "atropele" os frutos do mar. A predição é tamanha, que este vinho foi desarolhado mesmo tendo um ótimo rosado de garnacha à mesa... Gosto é gosto, não se discute! Funcionará muito bem, também, com cordeiro, caça, javali, magret de pato com molho de frutas, arroces à base de açafrão e até mesmo o nosso arroz de carreteiro (neste caso, prefira os preparos mais húmidos, que lembram o risoto).

Mais uma boa escolha da Sociedade da Mesa! Vale mais que os R$ 37,50 cobrados. Bem feito, sem defeitos, complexo em nariz, carnudo, dá prazer...

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi, Marcus. Comprou onde essa garrafa? Moro em Brasília e fiquei com vontade de experimentar...
Abraço.
Francisco.

Marcus disse...

Opa Francisco,

Eu comprei na Sociedade da Mesa, um clube de vinhos muito interessante, do qual sou associado.

Dê uma olhada em www.sociedadedamesa.com.br, pois o vinho ainda está disponível.

Volte sempre!

Abs.,
Marcus

Alguns outros posts interessantes...