segunda-feira, 26 de abril de 2010

Porque manter os vinhos tranquilos SEMPRE armazenados na horizontal...


Há alguns dias, vasculhando no hortifruti La Palma, aqui em Brasília, eu encontrei este tinto português, o Bela Fonte 2000, um varietal Jaen, também conhecida por Mencía na Espanha. Importado pela La Pastina.

Todas as garrafas estavam de pé, a etiqueta de preços já estava desbotada, mas, mesmo assim, eu resolvi arriscar, ainda que a certeza de decepção fosse grande. O giro de vinhos em Brasília, assim como no restante do Brasil, se dá, principalmente, ao redor dos vinhos sulamericanos e varietais de castas francesas, portanto, garantia de que este vinho já estava ali, naquela posição, há alguns anos.

Confirmei esta informação com o vendedor e segui pra casa, aliviado em alguns R$ - nem tão "alguns" assim. 

Resultado: Ao retirar a capsula, já percebi a rolha sequíssima e com alguma redução. Desarolhado, mais parecia um vinho de sobremesa espanhol, dadas as suas notas oxidadas e um aroma doce que as acompanhavam.

A cor era belíssima, evidenciando sua evolução. No nariz, depois de muito abstrair, sob as notas oxidadas  surge algum frutado, couro etc. Em boca, bom corpo, taninos elegantes, ainda vivos, e correta acidez. Porém, o retrogosto apresentou-se totalmente oxidado. Desagradando demais a sua degustação.

Creio que, se fosse devidamente armazenado, observando cuidadosamente a posição e exposição à iluminação, não apresentaria oxidação e estaria muito agradável, sendo, inclusive, um interessante exemplar de Jaen/Mencía envelhecido.

Lições que tiro, redobrar os cuidados com o armazenamento em casa, principalmente daquelas garrafas que pretendo acompanhar a evolução, e na seleção dos meus fornecedores.

2 comentários:

Rodrigo Campos disse...

Marcus, gostei do seu blog, seu comentário foi muito pertinente. Também já tive essa experiência...melhor evitar comprar vinhos de quem não guarda direito. Não é à toa que as importadoras especializadas estão dando um banho de qualidade em supermercados e outros revendedores genéricos.
Também tenho um blog de vinhos, juntamente com um amigo.
Vou indicá-lo lá.
Confira nosso site:
esseeutomei.blogspot.com

Abraço,

Rodrigo

Marcus disse...

Opa Rodrigo,

Obrigado pela visita.

Já conheço teu blog e vou recomendá-lo também.

Qto ao vinho, já sabia que seria uma bomba, mas como gosto da casta e de vinhos envelhecidos, resolvi arriscar.

Mas vc tem razão, em geral, as importadoras e lojas especializadas costumam cuidar melhor dos vinhos armazenados. No entanto, é comum encontrar nestes mesmos locais algumas garrafas em pé e aí fica difícil saber se, ao menos, eles fazem um rodízio em intervalos regulares, evitando que aquela garrafa se altere negativamente.

Abs.,
Marcus

Alguns outros posts interessantes...